Acordos da Prefeitura: Trabalhadores x Empresas de transporte

  • on 29 dezembro, 2010
  • Mesmo com uma imagens desgastada, a Prefeitura de Joinville não exitou na hora de conceder o aumento no trânsporte coletivo. O incremento de 10,8% vai elevar o valor das passagens para R$ 2,55. Há pouco tempo, a mesma Prefeitura só concedeu o reajuste salarial aos servidores públicos após greve da categoria. Os serviços públicos precisaram ficar parados por cinco dias para que fosse dado um reajuste bem menor que esse, e em três parcelas (1%, 2,2% e 2,2% e mais três abonos para compensar as perdas do parcelamento). Um aumento no transporte desse tamanho afeta todos que dependem de ônibus para se deslocar, seja servidor público, trabalhador da iniciativa privada, ou estudantes.

    Cabe lembrar que o acordo negociado para que a greve acabasse ainda não foi cumprido, mas quando são as empresas de transporte que negociam, as coisas são diferentes. O projeto de lei para substituição da cesta-básica por vale-alimentação nem se quer deu entrada na Câmara de Vereadores.

    O Sindicato dos Servidores Públicos do Município de Joinville (Sinsej) é completamente contra esse aumento. Antes de alterações de valores, a Prefeitura deveria repensar o sistema do transporte coletivo em Joinville. Por várias décadas empresas privadas exploram esse setor irregularmente, sem licitação. O Sinsej faz parte do Comitê de Luta do Transporte Coletivo junto com mais outras 32 entidades.

    1 comentários:

    Sidi disse...

    Fiquem atentos em mais um detalhe, os horários das linhas de onibus, também tem alteração... pelo que venho acompanhando, eles tirão dois horários e sempre perto da saída dos alunos e entre as 14:00 e 15:00.